Tire as suas dúvidas sobre manutenção hidráulica do prédio

A manutenção de prédios é uma das funções mais importantes de um síndico. Ela ajuda a conservar um edifício. O lado positivo é que esse processo é mais simples do que parece. A situação fica ainda melhor quando você conta com o apoio dos moradores do prédio. 

 

Neste artigo você descobrirá as principais informações sobre a manutenção hidráulica do prédio. Vamos falar sobre os benefícios e dicas para fazê-la corretamente. 

Por que fazer manutenção hidráulica do prédio? 

A manutenção hidráulica do prédio pode trazer diversos benefícios para o síndico e o restante do condomínio. 


  • Economia;

  • Menos estresse com os moradores;

  • Redução de riscos;

  • Evita prejuízos de última hora. 


Em alguns prédios o gasto com água costuma ficar na segunda posição das maiores despesas mensais. Então, não deixe que isso vire um problema em sua rotina. Continue acompanhando este artigo e veja o que observar durante esse processo. 

Como fazer manutenção hidráulica do prédio? 

Neste artigo vamos abordar informações sobre a qualidade dos equipamentos, vazamentos, vistoria, estrutura externa e caixa d’água. 

Verifique a vida útil dos equipamentos 

Uma das missões do síndico é ficar atento a vida útil dos equipamentos hidráulicos. Ela varia bastante e o período de uso depende da qualidade do produto e do serviço executado. No entanto, redobre a atenção para a tubulação em ferro galvanizado, pois ela dura entre 25 a 30 anos. Para evitar sustos, o síndico precisa fazer uma checagem para observar se as descargas e as torneiras estão funcionando corretamente. 


Faça a vistoria com frequência 

A vistoria é uma solução prática para que você tome conhecimento se há vazamentos nos apartamentos. Nesse caso, a colaboração dos moradores é fundamental para que tudo saia conforme planejado. 


Aproveite a assembleia para informar aos condôminos detalhes sobre a sua ideia. Se ela for aprovada, peça ao zelador ou um profissional competente para que verifique todas as unidades. Caso encontre algum problema, mostre ao proprietário o melhor material para substituir a peça com defeito. Depois, solicite que o próprio zelador faça a manutenção. 


No entanto, existem casos em que o zelador não consegue consertar como, por exemplo, um vazamento na rede de água ou de esgoto do prédio. Sendo assim, indique um profissional da sua confiança para controlar a situação.

Lembre-se da estrutura externa  

O síndico também precisa ter cuidado com as estruturas externas do condomínio. Pensando nisso, contrate uma empresa especializada para fazer não só a manutenção, mas também a limpeza dos encanamentos e tubulações. 


Pense nas manutenções de forma preventiva e não reativa. A primeira opção é sempre mais econômica, enquanto a segunda traz diversos prejuízos. Isso não é exagero! A falta de manutenção pode até entupir a sua caixa de gordura. Portanto, fique ligado! 


O ideal é que a manutenção seja feita de seis a seis meses. 

Fique de olho na caixa d’água 

A limpeza e manutenção da caixa d’água também são tarefas que compõe a rotina do síndico. Para evitar futuros problemas, siga as nossas dicas abaixo. 


  • Confira o que diz a lei da sua cidade. Geralmente, a legislação determina o período que a limpeza deve ser executada;


  • Alguns especialistas indicam que a limpeza deve ser feita duas vezes no ano;


  • Contrate empresas que têm alvará de vigilância sanitária;


  • Lembre-se da impermeabilização da caixa d’água para impedir o acúmulo de sujeira no reservatório. 


A limpeza da caixa d’água é muito importante, para a saúde dos moradores e evita qualquer tipo de ação judicial.


A manutenção hidráulica do prédio tem o poder de trazer mais conforto, bem - estar e segurança para a sua rotina. Além disso, evita as famosas reclamações dos moradores. Ela deve ser executada de acordo com a necessidade do seu prédio para que funcione corretamente. 


E você, teve alguma dúvida em relação à manutenção hidráulica do prédio? Então compartilhe conosco nos comentários abaixo! 


Comentários