• 11 de Julho de 2019
  • Comentário(s)

Por que devo incluir estação de trabalho no prédio?

Empresas e freelancers enfrentam grandes desafios para manter a sua rotina de trabalho. O custo de um aluguel de uma sala comercial e as despesas do negócio costumam tirar o sono de muita gente. O que poucas sabem é que esses problemas podem ser solucionados com uma coworking ou uma estação de trabalho no prédio.


O espaço evita estresses com altos gastos, uma vez que todos os custos são compartilhados com outras pessoas. 


Quer entender como isso funciona? 


Neste artigo, você descobrirá. 


  • O que é um coworking;

  • Como funciona um coworking; 

  • Quem pode se beneficiar desse modelo de trabalho;

  • Quais são as vantagens dos coworking; 

  • Por que incluir estação de trabalho no prédio. 


Vamos lá? 

O que é um coworking?

O coworking ou estação de trabalho no prédio é um lugar criado para facilitar a vida das empresas e freelancers que buscam mais praticidade, criatividade e economia em sua rotina. 


Nele, os profissionais compartilham não só o conhecimento, mas também as despesas gerais como conta de água, luz, telefone e internet. É o melhor lugar para quem pretende melhorar o networking, reduzir os gastos da sua empresa ou até montar o seu próprio negócio sem fazer grandes investimentos


O coworking já é uma realidade nos condomínios, trazendo mais liberdade para os profissionais. Ele permite que os moradores conquistem o equilíbrio entre trabalho e lazer. Os condôminos que contam com uma estação de trabalho no prédio usam o horário de almoço ou um momento de descanso para passear com o seus pets. 


É fundamental deixar claro quais são as diferenças entre um coworking e um escritório virtual. Essa é uma das dúvidas mais comuns de quem começa a pesquisar sobre esse tipo de assunto. Para ficar claro, o primeiro se refere a uma estrutura física, onde o contato pessoal se torna mais fácil. Por outro lado, o escritório virtual contém só serviços de atendimento telefônico e gestão de correspondências. 

Como funciona um coworking? 

A dinâmica funciona da seguinte forma: imagine que o João é um freelancer ou dono de um pequeno negócio. Ele precisa frequentemente de um espaço para trabalhar, fazer reuniões ou até eventos. Porém, João está inconformado porque não encontra um lugar com preço acessível. 


Nessa história fictícia, provavelmente, João perderia clientes e ótimas oportunidades de negócio. Afinal, ele não teria um espaço para apresentar as suas ideias, uma vez que o valor ultrapassa o seu orçamento. 


No entanto, a coworking seria uma excelente alternativa para João. Nela, ele pode executar suas tarefas diárias compartilhando recepção, internet, estrutura física e outros serviços que são necessários para a sua rotina. 


O mais legal é que o valor é pago conforme a sua necessidade, seja mensal ou por hora. Isso dependerá dos planos ofertados pelo coworking. Todavia, como são espaços compartilhados, é fundamental respeitar as regras de boa convivência. 

Quem pode se beneficiar desse modelo de trabalho? 

Gostou da ideia? Quer implementar em seu condomínio? Provavelmente, muitos moradores vão se beneficiar desse espaço, pois não há um número certo de profissões que podem atuar na estação de trabalho no prédio. 


Geralmente, alguns profissionais costumam usar os coworkings como mais frequência. Nessa lista, enquadram-se jornalistas, publicitários, designers, profissionais de marketing e de TI, advogados, arquitetos, engenheiros, coaches, psicólogos, entre outros. 

Quais são as vantagens dos coworking? 

Sabemos que a economia com os gastos diários de uma empresa é um dos principais motivos pelos quais os profissionais optam pelo coworking. No entanto, existem outros benefícios que podemos destacar. 


O coworking permite que você não tenha preocupação com aluguel de imóvel. Esse processo é muito burocrático e acaba desanimando qualquer profissional. A parte de negociação e documentos é de responsabilidade do dono do coworking. 


O espaço compartilhado permite ainda troca de conhecimento com outros profissionais do mercado. Além disso, você pode ganhar novos clientes, pois um advogado pode solicitar o serviço de um publicitário para construir a identidade visual do seu negócio. 


Outra questão interessante é que os coworkings têm ambientes mais leves e descontraídos se for comparados com as empresas tradicionais. Então, você poderá testar suas ideias quantas vezes for necessário. E o melhor: não terá uma pessoa cobrando pelo seu resultado. 

Por que incluir estação de trabalho no prédio? 

Os coworkings tem vários benefícios para profissionais de diversas áreas. No entanto, ele não é tão viável, pois o deslocamento e o gasto com transporte prejudica a rotina de quem investe nesse tipo de modalidade. 


Pensando nisso, a estação de trabalho no prédio torna-se uma ótima alternativa para quem não quer perder tempo e nem dinheiro. A possibilidade de poder ir ao seu local de trabalho sem precisar sair do condomínio é um dos motivos pelos quais os prédios já estão instalando coworkings em seu empreendimentos.


Outro ponto interessante é a qualidade de vida. A estação de trabalho pode trazer vários benefícios para a sua saúde dos moradores do seu condomínio.  


  • Menos estresse: não enfrentará o trânsito complicado das cidades grandes;

  • Alimentação saudável: poderá comer alimentos preparados em casa; 

  • Interação: outra forma de contato entre os moradores.


Uma nova estação de trabalho ajuda a melhorar o clima interno no condomínio. Portanto, não deixe de sugerir essa ideia aos moradores. Apresente a proposta na reunião de condomínio. Mostre como funciona e quais são os seus benefícios para os profissionais. Dessa forma a sua ideia será aprovada com mais facilidade. 


E você, gostou da ideia de incluir uma estação de trabalho no prédio? Então, siga as nossas páginas nas redes sociais e descubra outras formas de trazer mais novidades para os condominio. 




Comentários