• 11 de Dezembro de 2019
  • Comentário(s)

  • 05 de Dezembro de 2019
  • Comentário(s)

  • 28 de Novembro de 2019
  • Comentário(s)

Conheça as melhores ações de sustentabilidade para condomínios

Um condomínio sustentável garante economia de água e energia, um local mais limpo, conforto térmico e acústico e mais valorização patrimonial ao longo do tempo. Porém, para conseguir todas essas vantagens, é necessário criar algumas ações de sustentabilidade junto com os moradores. 


Pensando nisso, vamos listar neste artigo várias dicas para você aplicar em seu condomínio. As tarefas são fáceis, basta ter motivação e o envolvimento dos moradores, combinado? 


Vamos falar sobre uso de cisternas, coleta seletiva, horta comunitária, entre outras questões.

Como trazer a sustentabilidade para o condomínio? 

Antes de colocar a mão na massa, o síndico deve saber quais são as melhores estratégias para trazer o conceito de sustentabilidade para o condomínio. Veja abaixo! 

Entenda a importância da sustentabilidade

A primeira ação que você deve fazer para aplicar a sustentabilidade em seu condomínio é entender a importância dele para a rotina dos moradores e para o meio ambiente.


Não adianta tomar diversas atitudes somente por marketing ou para agradar aqueles vizinhos que preocupam com o planeta. Então, imagine as vantagens que seu prédio terá com pequenas atitudes.


Para se ter uma ideia, a sustentabilidade ajuda na redução de custos e melhora a saúde dos moradores. 


Percebeu os impactos que seu condomínio terá com diversas ações? Agora pense em estratégias que impactarão a vida dos moradores. 

Pense em várias ideias 

Neste momento você deve pensar quais são as melhores ações de sustentabilidade para o seu condomínios. Para isso, sugerimos a ferramenta brainstorming, conhecida também como tempestade de ideias. 


Separe um tempo no seu dia para pensar em diversas ações. Aqui, não tem certo nem errado. O importante é focar em quantidade, estar aberto para ideias incomuns e combinar e melhorar as ideias.  


Depois de todo esse processo, liste aquelas ações que você pode implementar no condomínio com mais facilidade. 

Compartilhe a opinião com os moradores 

Agora que você já está cheio de ideias, compartilhe as sugestões com os moradores do condomínio. Pergunte as opiniões deles, peça pontos negativos e positivos para cada ação. 


Assim que tiver feedbacks para todos os casos, vale compartilhar as suas escolhas na assembléia de condomínio. 


Uma dica muito interessante para promover a sustentabilidade é comunicar os benefícios desse conceito para moradores. Comece a falar sobre esse assunto nas rodas de amigos e nos grupos das redes sociais. Dessa forma, será mais fácil educá-los. 

Quais são as melhores ações de sustentabilidades para condomínios? 

Agora que você já sabe como atrair a atenção dos moradores para a questão da sustentabilidade, que tal criar algumas estratégias para implementar em seu condomínio? Conheça abaixo cada uma. 

Use a coleta seletiva 

Um condomínio que pensa em sustentabilidade não pode ignorar a coleta seletiva. Grande parte dos prédios já colocaram essa ação em prática, porém, alguns ainda sentem dificuldades de iniciar o processo. 


Nesse caso, você precisa compartilhar com os moradores os benefícios da separação do lixo e implementar as mudanças necessárias. No início é sempre mais complicado. Depois, todos estarão acostumados com a ideia. 

Instale cisternas 

Um dos maiores gastos em um condomínio é o consumo de água. Para reduzir os custos, instale cisternas. Esse aparelho tem capacidade de captar e armazenar a água da chuva, piscina e até do ar-condicionado, gerando economia de quase 50%. 


A água da cisterna pode ser utilizadas para diversas situações no condomínio. 


  • limpeza de áreas comuns;

  • irrigação de jardins;

  • lavagem de carros; 

  • reserva de proteção contra incêndios. 

Plante uma horta comunitária 

Se o seu condomínio tiver espaço, crie uma horta comunitária. Os alimentos frescos e sem substâncias nocivas melhoram a saúde dos moradores e ajuda a economizar nos gastos com alimentos. 


Os cuidados com a horta comunitária pode ser coletivo, dividindo as responsabilidades com os moradores. Isso é muito importante, pois esse trabalho pode funcionar como uma espécie de terapia. 

Lembre-se da economia de energia

O gasto excessivo de energia é bastante prejudicial para o meio ambiente. Por isso, é fundamental pensar em ações que reduz o consumo desse item no condomínio. 


Dentro de casa, por exemplo, incentive os moradores a usar lâmpadas LED. Elas são econômicas e duram mais tempos se comparadas com as outras opções disponíveis no mercado. 


Já o síndico pode instalar sensores de presença e placas solares para economizar energia na área externa do condomínio. 


A iluminação artificial também é uma excelente alternativa para reduzir os custos com a  energia. Deixe grandes vãos para que entre luz ao longo do dia, sem ser necessário acender lâmpadas no condomínio. 


Outra dica interessante são os jardins verticais nas paredes internas. Eles deixam o clima ainda mais agradável, evitando o uso de ar - condicionado em alguns locais do prédio. 

Quais são as outras ações que posso implementar no condomínio? 

Existem outras atitudes que você pode colocar em prática no condomínio. 


  • No jardim, recomendamos que você escolha plantas que exigem menos consumo de água. O ideal é procurar as plantas típicas da sua cidade. No entanto, existem algumas que têm essa característica, entre as quais: palmeiras, suculentas e cactos;


  • Peça aos condôminos que usem mais escadas do que elevadores em sua rotina. Essa simples atitude reduz energia e ainda melhora a saúde do morador, já que ele estará de certa forma fazendo uma atividade física; 


  • Se o seu condomínio tem mais de um elevador, deixe somente um ligado naquelas horários que tem o trânsito de pessoas reduzido;  


  • Use tintas claras para pintar as áreas comuns do condomínios. Elas iluminam o ambiente e favorecem a presença da luz natural; 


  • Faça manutenções periódicas nos equipamentos dos condomínios para impedir vazamentos; 


  • Se possível, faça mais comunicados por meio de ferramentas online ao invés de papel. 


Percebeu que as ações de sustentabilidade para condomínios não são um bicho - de - sete cabeças? Então, que tal colocá-las em práticas agora mesmo? Estude mais sobre o tema, compartilhe a sua opinião com os outros moradores, e perceberá os impactos que as mudanças trarão para a sua rotina e também dos seus vizinhos. 


E você, teve alguma dúvida sobre ações de sustentabilidade para condomínios? Aproveite a oportunidade e compartilhe conosco nos comentários abaixo! 




Comentários