• 10 de Setembro de 2019
  • Comentário(s)

  • 10 de Setembro de 2019
  • Comentário(s)

Carnaval de rua: principais pontos de atenção para condomínios


Muitas cidades do país têm investido fortemente no carnaval de rua, com vários blocos atraindo inúmeros foliões. Embora as festas sejam ótimas para a economia local e para a diversão das pessoas, elas podem deixar rastros de vandalismo e violência por onde passam.


Isso porque, há uma minoria que aproveita as festas de carnaval apenas para bagunçar, o que acaba prejudicando os moradores daquela cidade. Inclusive, condomínios podem ser alvos destes problemas, sendo necessário que os síndicos e condôminos tomem alguns cuidados nessa época. Quer saber quais são? Continue lendo e confira!

Segurança

A segurança é o principal ponto de atenção para os condomínios com a chegada do carnaval de rua. Primeiro, porque muitos moradores viajam nessa época, deixando as unidades vazias e mais vulneráveis.


Segundo, porque a circulação nas ruas aumenta, tornando-se necessário um cuidado ainda maior com o controle de acesso para evitar que pessoas não autorizadas entrem no espaço.

Além disso, é preciso ficar atento aos movimentos estranhos no entorno do condomínio.

Isso porque, é comum acontecerem brigas generalizadas nas proximidades, inclusive na frente dos condomínio. Tal fato compromete a segurança dos condôminos e exige uma denúncia ou ligação para a polícia. Vale ressaltar que não se deve interferir nesses casos para não colocar sua integridade em risco, apenas em situações mais críticas em que você pode ajudar uma vítima, como casos de violência contra a mulher, por exemplo.

Vandalismo e outros crimes

O vandalismo é, sem dúvidas, a principal preocupação dos síndicos, condôminos e cidadãos em geral. Isso porque, cidades que recebem muitos turistas ou ficam movimentadas no carnaval tendem a sofrer com a ação de pessoas alcoolizadas ou mesmo má intencionadas.


Infelizmente, é comum aumentar o número de pichações, o atentado ao pudor, assaltos e invasões a domicílios. Dessa forma, fique atento e a qualquer sinal de alerta acione a polícia imediatamente. Denúncias anônimas também podem ser feitas pelo 181.


Para evitar as dores de cabeça, o condomínio pode contratar um porteiro ou vigia temporário. Assim, é possível inibir a ação de criminosos.

Limpeza

Outro problema decorrente do carnaval de rua é a sujeira gerada nas vias. Infelizmente, muitas pessoas urinam nas ruas, jogam lixo no chão, etc. Por isso, para não diminuir o bem-estar dos condôminos, é preciso intensificar a limpeza principalmente na calçada do condomínio.


Internamente, a limpeza também deve ser reforçada, uma vez que, caso haja piscina, é comum aumentar o uso nessa área. Assim, mesmo que grande parte dos condôminos não estejam em casa, alguns permanecem e prezam pelo conforto.

Desse modo, os condomínios devem receber cuidados especiais na época do carnaval de rua, principalmente aqueles localizados mais próximos aos centros das cidades. Se necessário, reforce o quadro de funcionários e monte uma cartilha explicativa aos moradores sobre como proceder nessa época.


Oriente-os também em relação às saídas durante as festas, pois muitos chegam tarde em casa e não tomam os devidos cuidados. Isso é importante para que a violência não atinja os condôminos e para que eles possam desfrutar desse período tão movimento com tranquilidade.


O barulho também incomoda muitas pessoas no carnaval. Se deseja saber como lidar com ele, basta ler este outro artigo do blog!


Comentários