• 11 de Novembro de 2019
  • Comentário(s)

  • 11 de Novembro de 2019
  • Comentário(s)

  • 11 de Novembro de 2019
  • Comentário(s)

Saiba como cuidar da limpeza de condomínio

A limpeza de condomínio deve ser bem planejada e feita com bastante cautela. Isso porque, os condôminos pagam a taxa mensalmente, que inclui a conservação do local. Ademais, como em qualquer estabelecimento, principalmente residencial, deve-se presar pela higiene e o conforto de quem vive ali.

No entanto, montar um cronograma de limpeza exige que o síndico leve em consideração os horários em que há menor circulação de pessoas e os espaços que necessitam de maior atenção. Para facilitar o planejamento, elaboramos este post a fim de tirar todas as suas dúvidas. Continue lendo e confira!

Quantos funcionários são necessários para realizar a limpeza? 

O primeiro aspecto que deve ser levado em consideração na hora de contratar os funcionários da limpeza é o tamanho do condomínio e as áreas a serem limpas. Por exemplo: presença de saunas, piscinas, academia de ginástica, salão de festas, banheiros externos e elevadores exige uma quantidade maior de funcionários.

Porém, se estiver em dúvida, existe a opção de contratar um ou dois funcionários fixos para realizar uma limpeza diária e diaristas para limpezas mensais ou semanais mais pesadas. Se ainda assim não for o suficiente, contate uma empresa terceirizada e busque saber qual é o número ideal.

Como montar um roteiro de limpeza de condomínio?

A montagem do roteiro de limpeza de condomínio também exige que se leve em consideração o tamanho e a dificuldade de limpeza do local.

Há espaços que devem ser limpos todos os dias, como o hall de entrada, banheiros, elevadores, calçada (com vassoura), academia e sauna. Já a área de churrasqueira, playground, quadra e mesas ao redor da piscina devem ser incluídos na limpeza semanalmente.

Quinzenalmente, pode-se optar por limpar os vidros e paredes. Enquanto outras limpezas são menos frequentes e devem ser feitas mensalmente, como a do salão de festas (quando não for muito utilizado), garagem, escadas de emergência e a calçada (com água). 

Quais são os melhores horários para fazer as tarefas?

Limpezas diárias em espaços de maior circulação, como o hall dos prédios, devem ser feitas em horários de menor movimento de moradores, assim como os elevadores. O período da tarde, de 14h às 16h, é considerado o melhor para isso.

Já as áreas menos utilizadas, como playground, entre outros, podem ser limpas em um horário mais estratégico, de acordo com as demandas do funcionário no dia.

Há restrições de produtos a serem usados?

Não há restrições de produtos a serem usados, mas é preciso tomar cuidado com cheiros fortes demais ou componentes muito escorregadios. Por isso, principalmente para a limpeza do piso, dê preferência aos sabões neutros. Apenas em pisos de madeira é importante usar cera e em mármore um “limpa pedras” para fazer uma limpeza mais eficaz.

No mais, busque produtos bons tendo em vista a limpeza diária, mas que sejam de fácil remoção e que promovam um cheiro suave e agradável no ambiente.

Como garantir o bem-estar dos condôminos na hora da limpeza?

É importante ter em vista que o bem-estar dos condôminos deve ser priorizado. Por isso, lembre-se de colocar as placas de aviso de piso molhado, de que a piscina está em tratamento com cloro, etc. Assim, garante-se a segurança deles.

Afinal, cuidar da limpeza de condomínio requer atenção também em relação à saúde dos condôminos. Desse modo, busque tirar o pó dos objetos diariamente, colocar os devidos avisos quando estiver limpando, montar um cronograma que leve em consideração os melhores dias e horários e também uma limpeza consciente que não promova o gasto excessivo de água.

O que achou deste post? Gostou? Então, não deixe curtir nossa página no Facebook e acompanhar nossas postagens com curiosidades, informações e vários outros conteúdos!

Comentários