• 13 de Dezembro de 2019
  • Comentário(s)

Regras de convivência no condomínio: Área comum

Se você chegou a este artigo, provavelmente, está com dificuldade de manter a área comum do seu condomínio em ordem, não é mesmo? A situação piora quando chega o período de férias e o verão, uma vez que a frequência de pessoas é acima do normal. Para evitar superlotação, desconforto e brigas entre os moradores, deve-se criar alguns limites para que todos consigam usufruir dos espaços comuns sem problemas. É importante cada morador conhecer as regras de convivência no condomínio. No entanto, algumas orientações também podem servir para a maioria dos casos.

Pensando nisso, vamos mostrar quais são os cuidados mais importantes que você deve ter com o uso da piscina, academia, churrasqueira, playground e salão de festa. 

O artigo é válido tanto para síndicos mais experientes quanto para aqueles que entraram na carreira recentemente. Afinal, problemas ocorrer em qualquer tipo de prédio. Continue lendo este artigo e tire todas as suas dúvidas. 

Quais são as regras de convivência no área comum do condomínio? Existem diversas regras que compõe um condomínio. Neste artigo, vamos listar as mais importantes.

Horários


Sem dúvidas, essa é uma das maiores reclamações quando o assunto é convivência na área comum de um condomínio.

O síndico, junto com os moradores, deve estabelecer limites para que as pessoas usem as quadras, playgrounds, churrasqueiras, piscinas e outros espaços do prédio.

Esse tipo de atitude não é para criar uma espécie de ditadura no local. Pelo contrário, serve para manter a tranquilidade no ambiente.

As normas devem ser registradas no regulamento interno do condomínio. Além disso, o síndico precisa colocar algumas sinalizações para que os moradores lembrem-se das regras.

Geralmente, o período de uso nesses espaços costumam ser entre 10:00hsr às 22:00hs.

O horário pode ser flexível em caso de aniversários, festas ou outros eventos que são realizados no condomínio.

Piscina


A piscina é um ambiente que traz bastante alegria para um condomínio. Porém, algumas vezes gera bastante insatisfação entre os moradores. Afinal, existem diversas regras que ajudam a evitar problemas nesse espaço.

Uma delas é o uso de protetores solares, bronzeadores ou qualquer outro tipo de creme. É recomendável que os moradores não entrem na água após passar os produtos no corpo.

Em um primeiro momento, você e os condôminos podem achar um absurdo essa regra. No entanto, algumas pessoas têm reações alérgicas e podem ter graves problemas de saúde.

Esse tipo de produto também prejudica o tratamento da piscina. Para se ter uma ideia, ele aumenta o desgaste dos equipamentos, proporcionando corrosão e incrustações.

A orientação para os moradores que pretendem usar a piscina deve iniciar a partir do momento em que eles saem do apartamento. Eles não podem, por exemplo, andar pelo prédio com trajes de banho.

Esse comportamento é indicado somente para aquelas pessoas que estão próximas a área da piscina. Caso contrário, causará constrangimento com os vizinhos.

Portanto, o uso da piscina sempre deve exigir uma recomendação mais intensa por parte do síndico, uma vez que ela é cheia de regras.



regras-de-convivencia-no-condominio

Churrasqueira


Um dos grandes erros da maioria dos moradores é não respeitar o espaço do vizinho durante um evento na churrasqueira. É sempre importante lembrar que nem todas as pessoas estão participando do momento de confraternização.

Por isso, você deve definir regras como o uso de sons, que trazem poluição sonora, especialmente em condomínios que têm bebês.

Na churrasqueira, o síndico também deve ter preocupação com os restos de comida e bebida, pois costumam trazer ratos e outros tipos de insetos.

Para evitar problemas com os moradores, sugira estabelecer regras em caso de festas. Existem duas opções: o condômino é responsável pela limpeza ou um serviço terceirizado será contratado para esse tipo de situação.

Salão de festas

Grande parte dos condomínios tem salão de festa. Por isso, estipule regras para não causar atritos entre os moradores.

Nesses espaços, é sempre indicado que as pessoas não saiam do salão de festa sem necessidade. Portanto, oriente ao moradores que ele impeça que os convidados conversem nos corredores ou em outras dependências do prédio.

A conversa pode atrapalhar a tranquilidade e até mesmo o sono dos condôminos. 

No salão de festas, também é essencial colocar um limite em relação ao barulho. O ruído da festa não pode sair do espaço.

Playground

Alguns síndicos se esquecem dessa questão na hora de definir as regras do condomínio.

Isso é muito importante, pois os pais têm o costume de alugar piscina de bolinhas e pula – pula para colocarem junto com os brinquedos do playground em dias de festas.

As regras precisam ser estabelecidas para que os pais e nem as crianças fiquem constrangidas.

Academias

Os moradores também usam com frequência as academias instaladas no condomínio. Defina um período de funcionamento e algumas regras como: acesso liberado somente para os condômino e para pessoas com mais de 16 anos.

O síndico deve verificar se a academia tem toalhas descartáveis e álcool gel para os atletas.

Nunca é demais lembrar que as regras não são criadas para inibir nenhum condômino. Toda a situação deve ser analisada em prol do bem – estar de todos os moradores.

Agora que você já sabe quais são as regras de convivência no condomínio, que tal seguir as nossas redes sociais? Por lá, você tem acesso a outras informações que impactam diretamente em sua rotina. Acompanhe e saiba mais!

Comentários